DESTAQUE VALE

Outubro Rosa:  por que o autoexame não deve substituir a mamografia

Instituto do Câncer Brasil orienta mulheres a buscar exames com especialistas para diminuir número de óbitos

O câncer de mama é a principal doença maligna que afeta mulheres no Brasil e no mundo, por isso, a campanha ‘Outubro Rosa’ busca aumentar a conscientização sobre medidas preventivas e exames para diagnóstico precoce da doença, a fim de diminuir os números de incidência e principalmente de óbitos.

O autoexame mamário é uma boa prática de saúde para que mulheres (e homens) fiquem alertas a alterações nas mamas que podem indicar o início do câncer de mama. No entanto, essa prática não deve substituir a mamografia, um exame de imagem que permite a visualização interna do órgão, para maior assertividade no diagnóstico.

 “O problema é quando só utilizam do autoexame e descartam o exame de mamografia preventivo. A Sociedade Brasileira de Mastologia e o INCA tem orientado para que mulheres avaliem as mamas, sem regras específicas, diariamente no cotidiano, para ficar alertas a quaisquer alterações como caroços ou manchas, e então buscar profissional para avaliação”, explica o Dr. José Márcio de Barros Figueiredo, diretor geral do Instituto do Câncer Brasil.

O médico pondera que o autoexame das mamas não identifica lesões abaixo de 1cm, o que compromete o diagnóstico precoce e maior chance de cura. “Exatamente por isso precisamos da mamografia que consegue ver lesões muito pequenas”.

As sociedades médicas recomendam a realização anual da mamografia a partir dos 40 anos de idade.

Tipos de Câncer de Mama

Existem diferentes tipos de câncer de mama e múltiplos fatores para sua origem. As principais medidas preventivas orientadas a população, de maneira geral, é ficar atentas a três fatores:

· Saber o histórico familiar de câncer, especialmente em familiares próximos.

· Relatar ao seu médico o histórico menstrual corretamente, como menopausa precoce, nuliparidade (não ter engravidado) ou gravidez tardia (após os 40 anos), período menstrual precoce na adolescência.

· Hábitos saudáveis como alimentação saudável e prática de exercícios físicos.

“Sabemos que mesmo com a prevenção, a mutação genética pode ocorrer, mas ao seguir as medidas e, principalmente, ter um médico de confiança para orientar as pacientes da forma de diagnóstico precoce, o câncer de mama é altamente tratável”, explica o Dr. José Marcio, médico oncologista, especialista em câncer de mama.

Sobre o Instituto do Câncer Brasil.

O Instituto do Câncer Brasil é uma empresa especializada no atendimento e tratamento de oncologia por meio de implantação de estrutura clínica, cirúrgica e de radioterapia para tratamentos do câncer em hospitais, clínicas privadas e parcerias com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Com sete unidades espalhadas pelos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a missão do ICB é democratizar o acesso ao atendimento oncológico de qualidade para todo o Brasil, colocando à disposição terapias inovadoras e de forma humanizada ao paciente.

About Author

About author

Articles

Destaque do Ano 2023 um Sucesso! 2024 com Destaque Verão, TOP100 Empresas, TOP20 Empresas e Destaque do Ano!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *